Intenção de consumo diminui o ritmo de queda em junho

ICF junho01

 

2ICF junho01

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) paranaenses diminuiu o ritmo de queda neste mês. O indicador, que vinha em acentuada curva de retração desde novembro do ano passado, ficou em 80 pontos em junho, o que representa leve redução de 0,4% sobre o mês de maio.

Na variação anual, a diminuição foi de 22%, pois em junho de 2015 marcava 102,6 pontos. Na média do semestre, o ICF ficou em 90,3 pontos. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR).

O ideal é que o indicador esteja acima de 100 pontos para que seja considerado positivo. Mas ainda assim, a Intenção de Consumo da Famílias paranaenses está acima da média nacional, que ficou em 68,7 pontos em junho.

De acordo com a Fecomércio PR, o fato do ICF ter caído menos do que em meses anteriores demonstra uma aparente estabilidade. O resultado indica que, aos poucos, as expectativas para os próximos meses devem melhorar.

Entre os sete componentes do indicador, o acesso ao crédito foi o único a apresentar recuo significativo, com redução de 7,7% na variação mensal e de 33% na comparação anual. Isso se deve aos juros altos, à pouca disponibilidade de recursos para crédito e ao grande volume de inadimplência. Os demais quesitos avaliados pela pesquisa mantiveram-se constantes e alguns melhoraram na comparação com o mês de maio, a exemplo da perspectiva de consumo (2,3%)e compra de bens duráveis (2,5%).

Metodologia

Os dados foram coletados nos últimos dez dias do mês de maio.

 

Fonte: Fecomércio-PR